Com sua excelente contribuição para essa iniciativa, a seguradora já mobilizou mais de 80 M€ na Espanha para combater a doença e ajudar a aliviar suas consequências na economia.

A MAPFRE contribuiu com 5,7 milhões de euros para o fundo do setor criado pelas companhias de seguros para proteger os profissionais de saúde que lutam contra o COVID-19 na Espanha.

A empresa apoiou fortemente essa iniciativa desde o início e colaborou muito ativamente na preparação das análises técnicas para o desenho da apólice, o que exigiu a compilação e análise das estatísticas disponíveis internacionalmente e o manuseio de diferentes trabalhos de pesquisa existentes sobre possíveis cenários da pandemia.

“Com nosso esforço e contribuição para esse fundo, queremos proteger os heróis da luta contra o vírus, os profissionais de saúde, que estão literalmente deixando a pele para salvar a todos nós. Eles e suas famílias merecem todo o nosso apoio”, afirma José Manuel Inchausti, CEO da MAPFRE IBERIA.

Para esta iniciativa, a MAPFRE contou com o apoio de seus parceiros bancassurance, Bankia, Bankinter e CCM (Liberbank). Com os 37 milhões de euros aportados pelo grupo de empresas, será subscrito um seguro de vida coletivo que cobrirá a morte devido à causa direta do COVID-19 daqueles que cuidam da saúde dos cidadãos na atual crise de saúde, bem como um subsídio para que são hospitalizados por essa causa. O seguro também terá cobertura retroativa a 14 de março.

A MAPFRE se envolveu no combate ao COVID-19 e tomou medidas para proteger todos os seus grupos de interesse (clientes, funcionários, fornecedores …), apoiar a sociedade e mitigar, tanto quanto possível, os efeitos causados por esta doença na economia. No total, um pacote de cerca de 80 milhões de euros destinado principalmente a PMEs e a trabalhadores independentes.

Além disso, a Fundación MAPFRE doou outros 5 milhões de euros ao CSIC para pesquisa e destinou outros 30 milhões de euros a projetos de vários tipos em 27 países.

A MAPFRE, que possui quase 7 milhões de clientes na Espanha, implantou seu Plano de Contingência de Negócios para enfrentar a situação atual, com o duplo objetivo de proteger a saúde de seus funcionários, colaboradores e clientes e manter o serviço com a mais alta qualidade possível. Atualmente, mais de 95% dos funcionários da seguradora na Espanha estão trabalhando remotamente para reduzir o risco de contágio e garantir o serviço aos clientes.