Está em níveis pré – pandêmicos

Os acionistas da MAPFRE recebem hoje o dividendo dos resultados do exercício de 2021: 6 cêntimos de euros por ação. Um montante que, como sempre, é pago em dinheiro e que se encontra ao mesmo nível de antes da pandemia e cujo pagamento, aliás, foi adiantado um mês.

Com este dividendo, a MAPFRE terá pagado em 2021 um total de 416 milhões de euros destinados a remunerar os seus acionistas, já que em junho deste ano pagou o dividendo complementar aos resultados de 2020 no valor total de 231 milhões de euros.

O rendimento do dividendo da MAPFRE é um dos mais altos do Ibex 35, ultrapassando 7,7%, ocupando a segunda posição no ranking de rendimento do dividendo esperado para o ano de 2021.

Além dessa rentabilidade, as ações da MAPFRE acumularam uma valorização superior a 14% neste ano, uma alta mais de três vezes maior que a registrada pelo Ibex 35, também superior à da Stoxx Insurance -que inclui as principais Seguradoras europeias listadas – cerca de 9%.

Este bom desempenho no mercado de ações tem sido acompanhado por recomendações positivas de diferentes casas de análise do mercado de ações.

Vale ressaltar que, desde 2016, a empresa atribuiu mais de 2.500 milhões de euros em remuneração aos seus acionistas, mantendo o seu compromisso com os acionistas em um contexto econômico muito adverso e, como sempre, pagando em dinheiro, algo que já é uma marca da MAPFRE.