Primeira edição do evento reúne em São Paulo representantes dos governos, empresas e sociedade civil dos dois países. Brasil e Espanha dividem a presidência do Fórum. Antonio Huertas, presidente da MAPFRE, preside o evento. O representante brasileiro é Márcio Utsch, presidente da Alpargatas.

A Fundação Conselho Espanha-Brasil realizará hoje em São Paulo, o 1º Fórum Espanha-Brasil, que tem como principal objetivo reunir representantes de governos, empresas e sociedade civil de ambos os países para favorecer o pleno desenvolvimento das suas relações como parceiros estratégicos.

Antonio Huertas: Há muitos anos a Espanha e o Brasil mantêm relações estreitas em inúmeras esferas. Nossos países contam com uma proximidade natural, derivada da história e das raízes culturais compartilhadas.

O chefe de governo da Espanha, Mariano Rajoy, é uma das presenças confirmadas no Fórum. Também estarão presentes ao evento outras figuras relevantes de diferentes esferas sociais: ministros e secretários de Estado de ambos os governos, dirigentes de Confederações Empresariais e Câmaras de Comércio, representantes de meios de comunicação e universidades.

O Fórum Espanha-Brasil será articulado em torno de três sessões, nas quais serão tratados aspectos como as oportunidades que os países têm atualmente para reforçar as suas relações, tanto no âmbito bilateral quanto no plano global. Outros temas de reflexão e análise serão assuntos como a nova economia digital, além das vantagens e desvantagens do protecionismo e livre comércio. A ideia é proporcionar conhecimento, suscitar o debate e criar redes de contatos entre as personalidades presentes ao evento.
Sobre a Fundação Conselho Espanha-Brasil

É uma entidade privada sem fins lucrativos que tem por objetivo fomentar o conhecimento mútuo entre os dois países, aglutinando os esforços desenvolvidos a partir dos mais variados setores para potenciar os interesses de Espanha no Brasil nos âmbitos da cooperação económica, comercial, científica, tecnológica, de investigação, cultural e académica a partir de uma plataforma da sociedade civil.

A Fundação enquadra-se no esquema geral da Rede de Fundações Conselho, promovido e apoiado pelo Ministério das Relações Exteriores e da Cooperação com o fim de alargar e aprofundar as relações bilaterais com os principais parceiros e aliados estratégicos de Espanha.

Deu início à sua atividade em 2012 e desde então promoveu diversas atividades destinadas a reforçar os laços entre ambos os países. O Patronato da Fundação Conselho é integrado por importantes representantes do setor empresarial espanhol. Também inclui uma pequena, mas importante presença institucional.