Fundación MAPFRE apresenta resultados de terapia celular personalizada para o tratamento de lesões medulares
5 ( 3 votos )

  • Melhoria da sensibilidade e do controle dos esfíncteres, redução da rigidez muscular na maioria dos pacientes e recuperação das funções motoras em mais de 50% deles.
  • Antonio Huertas: “Este impressionante trabalho de pesquisa médica abre uma porta de esperança para milhares de pessoas no mundo todo”.

A Fundación MAPFRE divulgou ontem publicamente os resultados do primeiro ensaio clínico de terapia celular personalizada em pacientes com lesão medular completa e crônica, realizado pela equipe do neurocirurgião Dr. Jesús Vaquero, do Hospital Universitário Puerta de Hierro Majadahonda (Espanha).

A intervenção realizada pela equipe multidisciplinar dessa instituição consiste na implantação de células-tronco mesenquimais – que podem dar origem a diversos tipos de tecido diferentes do próprio paciente no local exato da lesão medular. Esta técnica é personalizada para cada paciente e realizada por profissionais altamente qualificados do Hospital Puerta de Hierro de acordo com as características de cada lesão via neuroimagem.
Os resultados obtidos após esse primeiro ensaio, que teve início em julho de 2013 com a participação de 12 pacientes, e foi publicado na revista científica Cytotherapy, são esperançáveis. Em todos os casos, foi encontrada melhoria da sensibilidade e da espasticidade, ou rigidez muscular, melhoria do controle de esfíncteres em mais de 80% dos pacientes, melhoria da função sexual e da dor neuropática, que é a percepção anormal da dor – neste caso devido a transtorno do sistema nervoso central – bem como a recuperação das funções motoras em mais de 50% dos pacientes.

Esse ensaio clínico é resultado de mais de 20 anos de trabalhos de pesquisa, os quais puderam ser realizados graças ao suporte de diversas instituições, tais como a Fundación MAPFRE e a Fundação Rafael del Pino, que prestaram auxílio financeiro imprescindível para o avanço dessa linha de investigação.

Fundación MAPFRE apresenta resultados de terapia celular personalizada para o tratamento de lesões medularesOs presidentes das duas Fundações, Antonio Huertas e María del Pino, declararam seu compromisso com o desenvolvimento de pesquisas médicas e, especialmente, com este projeto na atualidade e em um futuro próximo.

O presidente da Fundación MAPFRE reafirmou especificamente seu compromisso de continuar apoiando “este impressionante trabalho de investigação médica que abre uma porta de esperança para milhares de pessoas com lesões medulares no mundo todo”.

A Fundación MAPFRE foi a primeira instituição a apostar firmemente por esse projeto, contribuindo, desde o começo, para o financiamento dos estudos e ensaios clínicos que foram necessários, tendo testemunhado os esforços e progressos alcançados. Essa instituição, que apoiou mais de 800 projetos de pesquisa no mundo todo nos últimos anos, investiu um total de aproximadamente 1.500.000 de euros nesse projeto.

A lesão medular traumática representa um dos maiores problemas médicos e sociais, não existindo terapias efetivas que sejam capazes de recuperar as consequências neurológicas originadas como resultado dessa doença.