A MAPFRE aumenta seu benefício em 6,9%, até 845 milhões e cresce 26.367 bilhões, 1,8% a mais em 2014
5 ( 3 votos )

Os prêmios crescem 2,6%, chegando a 22.401 bilhões

  • A economia administrada supera pela primeira vez 40.800 bilhões de euros, com um crescimento de 21,4%.
  • Na Espanha, o lucro líquido cresce 24,6% e os prêmios dois pontos a mais do que o restante do setor, o que confirma a mudança na tendência.
  • Em moeda local, a MAPFRE cresce de modo significativo em praticamente todos os mercados nos quais opera.
  • O índice combinado melhora 40 pontos básicos e situa-se em 95,7%, graças à notável redução das despesas.
  • O patrimônio cresceu 1.576 milhões de euros nos últimos doze meses, até 11.469 milhões.
  • O dividendo relativo aos resultados do exercício de 2014 aumenta 7,7%, até 14 centavos de euro por ação.

Antonio HuertasA MAPFRE aumentou seu lucro líquido em 2014 em 6,9%, até atingir 845 milhões de euros, graças ao crescimento do negócio na maioria dos países, a uma melhoria no resultado técnico e ao notável crescimento da renda financeira líquida. As receitas, por sua vez, chegaram a 26.367 bilhões de euros, 1,8% a mais do que em 2013, e os prêmios tiveram um crescimento de 2,6%, chegando a quase 22.401 bilhões de euros. Em moeda constante, os prêmios cresceram 7,7% e o resultado líquido 11,8%.

“Estes resultados mostram o sucesso do modelo de negócio global da MAPFRE. Crescemos em todos os mercados estratégicos e reforçamos nossa liderança na Espanha, ultrapassando em dois pontos o comportamento do setor”, sublinhou Antonio Huertas, Presidente da MAPFRE.

Durante o ano de 2014, o patrimônio líquido cresceu 1.576 bilhão de euros, chegando até 11.469,4 bilhões, impulsionado, entre outros motivos, pelo resultado do exercício, pela revalorização da carteira de investimento, principalmente a da dívida pública espanhola, e pela valorização das principais divisas, entre as quais se destaca o dólar norte-americano. Os fundos próprios, por sua vez, situaram-se em 9.152,7 bilhões, o que representa um aumento de 16,8%. Os ativos totais gerenciados aumentaram nos últimos doze meses 18,3%, até 67.232 milhões.

O índice combinado situou-se no fechamento de 2014 em 95,7%, o que representa uma redução de 40 pontos básicos, graças a uma melhoria significativa do índice de despesas no Brasil, bem como no negócio de resseguros. Atinge-se, portanto, a meta estabelecida pelo Grupo para o ano de 2016. Por sua vez, o índice de despesas foi reduzido em 1,4 pontos percentuais, até 27,7%, superando o objetivo trienal dois anos antes do previsto.

A MAPFRE tem atualmente um rating da Standard & Poor’s “A” como seguradora e “BBB+” como emissora, o que a situa no nível mais alto entre os grupos empresariais espanhóis.

1. Evolução da companhia

A Unidade de Seguros obteve prêmios de 18.893 bilhões e seu lucro líquido aumentou até situar-se em 797 milhões de euros, enquanto os prêmios da Unidade de Resseguros chegaram a 3.343 bilhões de euros e o resultado líquido deste negócio ultrapassou 141,5 milhões de euros. Entretanto, a Unidade de Riscos Globais registrou um volume de prêmios de 1.049 bilhão de euros e seu lucro líquido subiu para 44 milhões de euros, enquanto os rendimentos da Unidade de Assistência, Serviços e Riscos Especiais atingiram 1.137 bilhão de euros e seu lucro líquido ficou em 21,1 milhões de euros.

  • Os prêmios da Área Regional Ibéria (Espanha e Portugal), que representam 31,1% do total, chegaram a 7.456 bilhões de euros, valor que representa um aumento de 1,5% em relação ao ano anterior. Na Espanha, os prêmios superaram 7.256 bilhões, 1,1% a mais do que no ano anterior, e o lucro líquido aumentou 24,6%, chegando a 432 milhões de euros. Em um contexto de grande concorrência, a MAPFRE voltou a crescer nos principais setores e registra um comportamento melhor do que o mercado no negócio de Automóveis, cujos prêmios situaram-se em 2.033 bilhões de euros, e em Saúde, com um aumento de prêmios de 6,7%, quase o dobro do resto do setor.
    No negócio de Vida, os prêmios aumentaram 4,4 por cento, até 2.618 milhões de euros, estimulado pela contribuição significativa do canal banca-seguros, enquanto neste ramo o setor registrou um descenso de 2,8%. Também é significativo o notável crescimento na capacitação de fundos de investimento e das carteiras administradas, que cresceram 16,7%, chegando a 3.534 bilhões de euros, e nos fundos de pensão, que atingiram 5.789 bilhões de euros, 7,8% a mais que no ano anterior.
  • Os prêmios da Área Regional Brasil aumentaram 6,9% (15,6% em moeda local), chegando a 5.553 bilhões de euros, impulsionados pelo aumento do negócio de Vida e Automóveis, principalmente. Esta Área Regional contribui com 23,2% dos prêmios totais do Grupo.
  •  A Área Regional Sul da América Latina registrou 2.863 bilhões de euros em volume de prêmios, o que significa uma queda de 4,1%, embora em moeda local a maioria dos países registre crescimento de dois dígitos. Os prêmios provenientes desta Área representam 12% do total.
  • Os prêmios da Área Regional Norte da América Latina, que representa 5,1% do Grupo, chegaram a 1.211 bilhão de euros, 11% a mais do que no ano anterior. Destaca-se o crescimento do México, com um aumento de 10,7% (15,2% em moeda local) chegando a 805 milhões de euros, graças aos ramos de Automóveis, Vida e Saúde.
  •  A Área Regional América do Norte, cujos prêmios representam 8,8% do total, registrou um aumento de 4,5%, chegando a 2.105 bilhões de euros. Destaca-se o crescimento do negócio nos Estados Unidos, com um volume de prêmios de 1.796 bilhão, 4,6% a mais do que em 2013, graças à boa evolução do negócio de Automóveis e Lar.
  • Os prêmios da Área Regional EMEA aumentaram 4,4%, chegando a 1.285 milhões de euros, estimulados pelos negócios de Vida, Riscos Globais e Assistência. Na Turquia, o volume de prêmios permanece praticamente estável, ainda que em moeda local o aumento suba a 10,2%, chegando a 572 milhões de euros.
  • A Área Regional APAC registrou um aumento de prêmios de 16,7%, chegando a 101 milhões de euros. Nesta região, cujos prêmios representam 0,4% do Grupo, destaca-se a contribuição da China, com 41,7 milhões (+15,8%), e das Filipinas, com 39,3 milhões de euros e um crescimento de 5,4% (+7,8% em moeda local).
  • O negócio de resseguros contribui com 14% dos prêmios, chegando a 3.343 bilhões de euros. Este valor representa um aumento de 2,8%, impulsionado pelo novo negócio proveniente do ramo de Vida. O lucro líquido, por sua vez, subiu a 141,5 milhões de euros, 30,1% a mais do que no ano anterior.

Após um ano da implantação da nova estrutura organizacional da MAPFRE, esta adquiriu um grau de maturidade muito significativo que está contribuindo notavelmente para o crescimento do negócio e o controle e redução de despesas. Desde 1º de janeiro de 2014, a MAPFRE está estruturada em nove áreas corporativas globais, quatro unidades de negócio, três áreas territoriais e sete áreas regionais.

2. Dividendos

Em 2014, a MAPFRE pagou a seus acionistas dividendos em dinheiro no valor de 431,1 milhões de euros, o que representa uma rentabilidade de 4,7%.

O Conselho de Administração acordou propor à Junta Geral um dividendo complementar relativo aos resultados do exercício 2014 de 0,08 euros brutos por ação. Desta forma, o dividendo total relativo aos resultados do exercício chegará a 0,14 euros por ação, 7,7% a mais do que o pago em relação aos resultados de 2013.

Milhões de euros € % Var.
Resultados 2014 2013 14/13
PRÊMIOS EMITIDOS E ACEITOS EM TOTAL 22.400,90 21.835,50 2,60%
Não Vida 16.409,40 16.277,70 0,80%
Vida 5.991,50 5.557,80 7,80%
RECEITAS TOTAIS 26.366,70 25.889,30 1,80%
RESULTADO ANTES DOS IMPOSTOS E SÓCIOS EXTERNOS 1.824,00 1.563,90 16,60%
RESULTADO APÓS OS IMPOSTOS E SÓCIOS EXTERNOS 845,1 790,5 6,90%
LUCRO POR AÇÃO (euro) 0,27 0,26 6,90%
Milhões de euros € % Var.
Balanço 2014 2013 14/13
TOTAL DE ATIVOS 67.231,90 56.825,80 18,30%
ECONOMIA ADMINISTRADA (1) 40.817,50 33.614,10 21,40%
FUNDOS PRÓPRIOS 9.152,70 7.833,50 16,80%

Principais Dados – Áreas Regionais

Milhões de euros € % Var.
Prêmios emitidos e aceitos 2014 2013 14/13
IBÉRIA 7.455,70 7.346,20 1,50%
BRASIL 5.553,10 5.195,10 6,90%
AMÉRICA LATINA – SUL 2.863,40 2.985,80 -4,10%
AMÉRICA DO NORTE 2.105,10 2.014,00 4,50%
EMEA 1.285,30 1.230,60 4,40%
AMÉRICA LATINA – NORTE 1.211,10 1.091,20 11,00%
APAC 100,7 86,3 16,70%
MAPFRE RE 3.343,30 3.253,70 2,80%
Milhões de euros € % Var.
Resultado antes dos impostos e sócios externos 2014 2013 14/13
IBÉRIA 711,4 579,5 22,80%
BRASIL 748,7 559,6 33,80%
AMÉRICA LATINA – SUL 137,3 156,6 -12,30%
AMÉRICA DO NORTE 98,5 152,1 -35,20%
EMEA 85,3 65,3 30,60%
AMÉRICA LATINA – NORTE 83,6 59,4 40,70%
APAC 8 -0,2
MAPFRE RE 200,3 155,3 29,00%

(1) Incluindo: provisões técnicas de Vida, fundos de investimentos e fundos de aposentadoria.

A MAPFRE aumenta seu benefício em 6,9%, até 845 milhões e cresce 26.367 bilhões, 1,8% a mais em 2014 (PDF, 141 KB))