O grupo encerra essas compras com dois fundos, constituídos pela GLL e Swiss Life, que contam com um volume total de investimento de 675 milhões.

A MAPFRE adquiriu dois novos edifícios de escritórios de Milão e Paris. O grupo realizou a compra do primeiro edifício por meio de um veículo de investimento imobiliário em conjunto com sua sócia-gestora GLL, por um montante de cerca de 30 milhões de euros. Além disso, no ano passado, adquiriu outro imóvel em Paris, por cerca de 50 milhões, através de uma joint venture com a Swiss Life.

Os investimentos seguem a estratégia da empresa de diversificação da carteira com outros tipos de ativos financeiros, e de aumento gradual de investimentos alternativos com o objetivo de defender a rentabilidade em um contexto de baixas taxas de juros. Nesse sentido, no meio do ano, o Conselho de Administração autorizou o investimento de mais 500 milhões de euros em investimentos alternativos, que se somam aos 550 já aprovados previamente. No total, o montante investido em ativos imobiliários por meio de fundos ultrapassa os 300 milhões de euros, embora cerca de 400 milhões de euros já estejam comprometidos.

O edifício Piazza Firenze, de Milão, localiza-se na Viale Certosa número 2 e tem nove andares compostos por mais de 6.500 escritórios totalizando uma área de 8.682 metros quadrados. Por sua vez, o edifício Vincennes, localizado no número 20 da Allée Georges Pompidou, tem uma área de 8.945 metros quadrados.

A MAPFRE chegou a um acordo com a especialista imobiliária GLL

No ano passado, a MAPFRE chegou a um acordo com a especialista imobiliária GLL a fim de investir até 300 milhões de euros em escritórios “prime” nos principais mercados de escritórios da zona do euro no prazo de dois ou três anos. A partir desse fundo, foram realizados recentemente dois de seus primeiros investimentos, no montante total de 50 milhões de euros, em dois edifícios em Paris e Hamburgo. Precisamente, o fundo concluiu a captação do capital desses 300 milhões de euros, incluindo a dívida. A MAPFRE contribui com 50% e o restante é distribuído entre um grupo de sete investidores institucionais, principalmente do setor de seguros, e a gestora GLL.

Por sua vez, a Swiss Life Asset Managers France constituiu uma joint venture com a MAPFRE em 2018, com um volume de 375 milhões. Com essa parceria, a quantia foi investida em dez edifícios na capital francesa, no fim de julho, que representa uma área total de 30 mil metros quadrados, a maior aposta feita pela MAPFRE no mercado imobiliário francês.

Além desses veículos de investimento imobiliário, a MAPFRE já conta com uma carteira de imóveis únicos na Espanha, como o da Plaza de la Independencia, em Madri, a Torre MAPFRE em Barcelona, e outros imóveis icônicos em diferentes países, como a torre no Paseo de la Reforma, na Cidade do México, e o One Winthrop Square, em Boston.