Os resultados de 2016 explicados em seis chaves
5 ( 3 votos )

  • A MAPFRE FATURA 775 MILHÕES, NUM TOTAL DE 9,4% MAIS

O que explica este benefício é a estratégia de um crescimento rentável que está aplicando a companhia e que, em essência supõe concentrar todas as forças naqueles produtos ou linhas de negócio mais rentáveis e deixar de vender aqueles que não cumpram com este critério. Isto permitiu que com um crescimento em prêmios superior ao 2 os benefícios tenham crescido cerca de um 10%. A MAPFRE continua crescendo e com mais força.

 

  • O ÍNDICE COMBINADO DE 97,4%, mais de um ponto melhor que no ano de 2015

A MAPFRE continuou reduzindo seus gastos globais para melhorar a eficiência da companhia. Para ser mais exatos, no ano de 2016 reduziu em 1%. Isto, foi o que contribuiu para melhorar, outro ano o índice combinado da empresa. Este indicador da qualidade do negócio de seguros foi especialmente bom nos países como a Espanha, em que se posicionou no final de 2016 em 95%.

 

  • FORTALEZA NOS TRES PRIMEIROS MERCADOS: ESPANHA, BRASIL, EUA

Na Espanha os prêmios cresceram um total de 7,1%. Permitindo que a MAPFRE fortalecesse a sua posição como líder dos seguros de não vida, especialmente em Autos, Multirriscos e Saúde. Em vida o crescimento foi também muito importante, cerca de 18%.

No Brasil, as receitas pelos prêmios reduziram, porque a atividade econômica do país também desacelerou. Mesmo assim, o resultado é praticamente o mesmo que no ano passado, e conseguiu com um excelente índice combinado de 94,3%.

Nos Estados Unidos a MAPFRE deu a volta por cima, depois de ter marcado perdas de 75 milhões de euros no ano de 2015, em razão da excepcional sinistralidade do inverno, a faturar 80 milhões de euros ao Grupo, assim como também avançou no seu plano de crescimento neste país, em que já somos uma das 20 primeiras seguradoras de autos.

  • MAPFRE RE FATURA 186 MILHÕES

O negócio de resseguro, que a MAPFRE realiza a nível mundial, tanto para a própria companhia como para outras seguradoras, registrou um aumento de 22% em seus resultados, o que se supõe aportar ao Grupo mais de 186 milhões de lucro.

 

  • ACERTO COM A ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO

 A MAPFRE adiantou a redução dos juros na Europa prolongando a duração da sua carteira e variando a mesma, para reduzir a exposição da dívida pública, cuja rentabilidade é muito baixa. Hoje, a duração média da carteira está entre os 6 e 7 anos, aportando a MAPFRE o dobro de rentabilidade que consegue o mercado, no caso de Não vida, o triplo no caso de Vida.

  • DOBRO CAPITAL DE SOLVÊNCIA

A nova normativa já não sobre eleva ter um alto nível de solvência, mas sim o adequado aos riscos que se assumem, liberando o resto de necessidades de capital para o negócio. A MAPFRE se situou em um nível muito confortável de 200%, na mesma linha com as grandes seguradoras europeias. Mas o mais relevante é que 93% desses fundos são de excelente qualidade (TIER 1).