A receita da MAPFRE cresceu 4,1%, chegando a mais de 26,7 bilhões de euros e lucro líquido se situa em 709 milhões em 2015
Classifique este artigo

CHAVES DO EXERCÍCIO

  • Os prêmios de seguros crescem com força em moeda local na maioria dos países.
  • O negócio de resseguros, que representa mais de 15% dos prêmios, aumentou 11,6% e já proporciona 17,9% do lucro líquido do Grupo.
  • Retorno ao crescimento em Automóveis e aumentos superiores ao mercado em Multirrisco Residencial, Comércios, Comunidades e em Saúde na Espanha.
  • Na Espanha, o negócio de fundos de investimentos e as carteiras administradas aumenta 9% e os fundos de pensões aumentam 5,8%.
  • O lucro líquido do Brasil aumenta 7,3% e já representa 18% do Grupo.
  • Cria, junto com a Admiral, uma sociedade conjunta para desenvolver o negócio de comparadores online em diferentes países.
  • A aposta digital internacional do Grupo será articulada sob a marca VERTI.
  • A MAPFRE destina 56,5% do seu lucro a dividendos, com um dos pay out mais altos do Ibex 35.
  • Encerra o seu plano estratégico 2013-2015 com um alto nível de cumprimento dos seus objetivos estratégicos.

A receita da MAPFRE no ano de 2015 cresceu 4,1%, chegando a mais de 26,7 bilhões de euros, e os prêmios atingiram 22,312 bilhões de euros, o que, descontando a contribuição da CatalunyaCaixa, supõe um crescimento de 2,3%. O lucro líquido, por sua vez, situou-se em 709 milhões de euros, 16,1% a menos, devido à queda do resultado técnico do negócio de Não Vida (fundamentalmente, o impacto das nevadas nos Estados Unidos), a recuperação de sinistros e uma maior taxa impositiva em alguns países.

Durante o ano de 2015, o patrimônio líquido se situou em 10,408 bilhões de euros, 9,3% a menos, por causa da queda da carteira de investimentos financeiros e da desvalorização das principais divisas com relação ao euro, entre outras razões. Os fundos próprios se situaram em 8,574 bilhões e os ativos totais se situaram em 63,489 bilhões de euros.

O índice combinado se situou, ao finalizar o ano de 2015, em 98,6%, o que representa um aumento de 2,8 pontos percentuais, dos quais 1,3 pontos percentuais são consequência dos sinistros extraordinários produzidos pelas tormentas de neve nos Estados Unidos.

“A receita e os prêmios continuam crescendo, o que demonstra a confiança que os clientes têm na MAPFRE, mas devemos continuar avançando para melhorar a nossa eficiência e a nossa rentabilidade”, apontou Antonio Huertas, Presidente da MAPFRE.

Neste sentido, a companhia aprovou recentemente seu plano estratégico para o período 2016-2018, que foca no crescimento rentável e terá como eixos a orientação ao cliente, a transformação digital, a excelência na gestão técnica e o fortalecimento da cultura interna e o desenvolvimento do talento humano.

O Presidente da MAPFRE também repassou o plano estratégico 2013-2015, que é encerrado com um alto grau de cumprimento e destacou que durante esse período o Grupo destinou 1,232 bilhão de euros a retribuir seus acionistas, de modo que a rentabilidade média da companhia supera 12% anual, considerando o dividendo observado e a revalorização média da cotação.

Do mesmo modo, Antonio Huertas reafirmou o compromisso da MAPFRE com os principais objetivos estratégicos do Grupo para 2016, que são, entre outros, conseguir um índice combinado inferior a 96%, um índice de gastos de 28% e manter um pay out superior a 50%.

Por outro lado, a MAPFRE avançou no desenvolvimento da sua estratégia digital com o lançamento internacional da marca VERTI para este negócio a partir de 2017. A Alemanha e a Itália serão os primeiros países nos quais esta marca será implementada. Atualmente, o negócio digital representa 4% do total de negócio da MAPFRE.

Nesta mesma linha, a MAPFRE conseguiu um acordo com a empresa britânica Admiral para a criação de uma sociedade conjunta a 50%, denominada Preminen, que desenvolverá em diferentes países um negócio de comparadores online de seguros, como o que opera na Espanha sob a marca Rastreator.com.

1.- Evolução do negócio:

A Unidade de Seguros obteve prêmios de 18,415 bilhões em 2015, o que representa um aumento de 0,6% com relação ao ano anterior.

  • A Área Regional Ibéria (Espanha e Portugal), que oferece 27,8% do total dos prêmios do Grupo, registrou um volume de prêmios de 6,697 bilhões de euros. Na Espanha, os prêmios subiram para 6,498 bilhões de euros (-2,5%). Destaca-se o negócio de Automóveis, com um crescimento de praticamente 1%, chegando a 2,044 bilhões de euros, e o seguro Residencial, com 626 milhões de euros em prêmios, com um crescimento de 2,5% – quatro décimos a mais que o qual o setor cresce-. Em Saúde, o aumento foi de 7,4%, mais que dobro do mercado.
    Os prêmios do negócio de Vida se situaram em 1,824 bilhões de euros, 12% a menos que no exercício anterior, pela menor venda de seguros de Poupança, devido ao ambiente de baixos tipos de juros. É importante destacar o aumento do negócio de fundos de investimento e carteiras administradas, que aumentaram 9%, chegando a 3,853 bilhões de euros. Os fundos de pensões, por sua vez, cresceram 5,8%, chegando a 5,076 bilhões.
  • Os prêmios da Área Regional Brasil ficaram em 4,814 bilhões de euros, 13,3% a menos, devido à desvalorização do real brasileiro, embora em moeda local o crescimento tenha sido de 3,6%. É destacável a evolução do negócio de automóveis, que cresceu 1,1%, e o seguro Agrário, com um aumento de 13,2%. O lucro líquido desta Área Regional aumentou 7,3%, chegando a 153 milhões. O Brasil contribui com 20% dos prêmios totais do Grupo e 18% do lucro.
  • A Área Regional Latam Sul, que representa 8,5% do volume total de prêmios, registrou 1,963 bilhão de euros, 6,6% a mais, excluindo a Venezuela, já que a forte volatilidade experimentada por sua moeda desvirtua a comparação. Em geral, na maioria dos mercados se cresce na moeda local.
  • Os prêmios da Área Regional Latam Norte aumentaram 52,7%, chegando a 1,850 bilhão de euros. → No México, os prêmios aumentaram 60,9%, chegando a 1,296 bilhões, estimulados pelo negócio de seguros industriais e vida risco. Esta Área Regional representa 7,7% do volume total dos prêmios do Grupo.
  • A Área Regional América do Norte, aumentou seus prêmios 31,9%, chegando a 2,777 bilhões de euros. Nos Estados Unidos, os prêmios cresceram 33%, chegando a quase 2,390 bilhões, graças à boa evolução dos negócios de Automóveis, Residencial e Asistencia; e Porto Rico cresceu 24,3%, chegando a 384 milhões de euros, realçando o aumento do ramo da Saúde. Os prêmios desta Área Regional representam 11,6% do total.
  • Os prêmios da Área Regional EMEA chegaram a 1,982 bilhões, 53,9% a mais que no ano anterior. Todos os mercados registraram crescimentos de seus prêmios superiores a 20%, e a Direct Line na Alemanha e na Itália contribuiu com 374 milhões de euros. Esta Área Regional representa 8,3% do total dos prêmios do Grupo.
  • A Área Regional APAC, que representa 0,5% dos prêmios totais do Grupo, registrou um volume de prêmios de 115 milhões de euros, o que representa um aumento de 13,2%.

Os prêmios da Unidade de Resseguro chegaram a 3,732 bilhões de euros, o que representa um aumento de 11,6%, e o resultado líquido deste negócio se situou em 153 bilhões de euros, 7,8% a mais. A atividade resseguradora contribui com 15,6% do total dos prêmios do Grupo e 17,9% do lucros. A MAPFRE RE se consolida como a décima quinta resseguradora do mundo por prêmios.

A Unidade de Riscos Globais registrou um volume de prêmios de 1,175 bilhões de euros, 12% a mais que o conseguido no exercício de 2014, e um lucro líquido de 58,3 milhões de euros, 32,8% a mais.

Por sua vez, a receita da Unidade de Asistencia, Serviços e Riscos Especiais superou, no exercício de 2015, 1,210 bilhão de euros, 6,4% a mais que no ano anterior.

2.- Dividendo:

O Conselho de Administração acordou propor à Assembleia Geral de Acionistas um dividendo complementar relativo aos resultados do exercício de 2015 de 7 centavos de euro brutos por ação. Desta forma, o dividendo total relativo aos resultados do exercício chegará a 13 centavos de euro por ação, com uma rentabilidade de 4,9%.

A MAPFRE destina 56,5% do seu lucro a dividendos, com um dos pay out mais altos do Ibex 35.

3.- Nomeações:

O Conselho aprovou a nomeação de José Antonio Colomer Guiu como conselheiro independente, substituindo Luis Iturbe Sanz de Madri, que no próximo dia 6 de março cumpre seu mandato ao ter passado 12 anos ininterruptos neste posto.

José Antonio Colomer
José Antonio Colomer, que desenvolveu uma trajetória diretiva de sucesso no mundo financeiro em diferentes países durante mais de 40 anos, ocupará também a presidência do Comitê de Auditoria e será porta-voz do Comitê de Riscos e Cumprimento da MAPFRE, substituindo Luis Iturbe. José Antonio Colomer será também conselheiro da MAPFRE ESPANHA.
Catalina Miñarro Brugarolas
Por outro lado, Catalina Miñarro Brugarolas foi eleita porta-voz e Presidenta do Comitê de Nomeações e Retribuições, substituindo Luis Iturbe. Catalina Miñarro, que é conselheira da MAPFRE desde 2013, também é porta-voz da Comissão Delegada e do Comitê de Auditoria.
PRINCIPAIS DADOS CONSOLIDADOS
Resultados Milhões de euros % Var. 15/14
2015 2014
PRÊMIOS EMITIDOS E ACEITOS EM TOTAL 22.311,8 21.815,5 2,3%
 – Não Vida 17.441,3 16.370,1 6,5%
 – Vida 4.870,5 5.445,4 -10,6%
RECEITAS TOTAIS 26.702,2 25.652,0 4,1%
RESULTADO ANTES DOS IMPOSTOS E SÓCIOS EXTERNOS 1.476,1 1.745,5 -15,4%
RESULTADO APÓS OS IMPOSTOS E SÓCIOS EXTERNOS 708,8 845,1 -16,1%
LUCRO POR AÇÃO (euro) 0,23 0,27 -16,1%
Balanço Milhões de euros % Var. 15/14
2015 2014
TOTAL DE ATIVOS 63.489,3 65.415,3 -2,9%
ECONOMIA ADMINISTRADA (1) 37.917,3 40.817,5 -7,1%
FUNDOS PRÓPRIOS 8.573,7 9.152,7 -6,3%
PRINCIPAIS DADOS – ÁREAS REGIONAIS
Prêmios emitidos e aceitos Milhões de euros % Var. 15/14
2015 2014
IBÉRIA 6.696,7 6.865,2 -2,5%
BRASIL 4.814,2 5.553,3 -13,3%
AMÉRICA DO NORTE 2.776,8 2.105,9 31,9%
AMÉRICA LATINA – SUL 2.030,4 2.863,9 -29,1%
EMEA 1.981,7 1.288,0 53,9%
AMÉRICA LATINA – NORTE 1.849,6 1.211,6 52,7%
APAC 114,6 101,2 13,2%
MAPFRE RE 3.731,9 3.343,3 11,6%
Resultado antes dos impostos e sócios externos Milhões de euros % Var. 15/14
2015 2014
IBÉRIA 515,4 648,7 -20,5%
BRASIL 818,6 748,1 9,4%
AMÉRICA DO NORTE -54,5 95,3 157,2%
AMÉRICA LATINA – SUL 99,1 136,0 -27,1%
EMEA 10,6 77,4 -86,3%
AMÉRICA LATINA – NORTE 69,7 82,2 -15,2%
APAC -6,3 6,5 -196,9%
MAPFRE RE 205,1 200,3 2,4%

(1) Incluindo: provisões técnicas de Vida, fundos de investimentos e fundos de aposentadoria.
A informação consolidada da conta de resultados para os 12 meses de 2014 foi reformulada, classificando o negócio de CATALUNYACAIXA como descontinuado, e inclui ajustes na atribuição regional das despesas e receitas da MAPFRE ASISTENCIA.

Apresentação de resultados