Participação animada durante o webinar ‘Tendências e perspectivas do setor de seguros na América Latina’
5 ( 3 votos )

Manuel Aguilera, Diretor Geral do Serviço de Estudos da MAPFRE, e José Antonio Herce, Diretor Associado de Economia Aplicada de Analistas Financeiros Internacionais (AFI), participaram deste seminário online que teve muito sucesso de audiência

No último dia 30 de maio, a Fundación MAPFRE realizou um seminário que foi retransmitido na íntegra pela internet através da REDE CUMES sobre a análise da evolução do mercado latino-americano de seguros nos últimos 10 anos e o avanço das principais tendências do setor em 2016.

O webinar começou com uma introdução de Mercedes Sanz, Diretora da Área de Seguros e Previdência Social da Fundación MAPFRE, que apresentou os dois palestrantes, Manuel Aguilera, Diretor Geral do Serviço de Estudos da MAPFRE, e José A. Herce, Diretor Associado de Economia Aplicada de Analistas Financeiros Internacionais (AFI), e agradeceu o interesse suscitado, especialmente na América Latina.

DDurante as apresentações, Manuel Aguilera expôs as principais conclusões do relatório “Tendências de crescimento dos mercados seguradores da América Latina para 2016” (PDF, 2,5 MB) elaborado pelo Serviço de Estudos da MAPFRE, entre as quais destacou a tendência crescente de uma maior penetração dos seguros na região latino-americana, tanto em Não Vida como em Vida. Da mesma forma, enfatizou a redução paulatina, na última década, da brecha de proteção do seguro na região e analisou as previsões de crescimento dos diversos mercados.

Por sua vez, José Antonio Herce focou sua intervenção no fenômeno da desaceleração da economia mundial e na análise das previsões econômicas publicadas para mercados emergentes e economias avançadas. A exposição do Diretor Associado de Economia Aplicada da AFI também se centralizou na América Latina e no Brasil.

O encontro registrou cerca de quatrocentas inscrições e permitiu uma sessão animada de perguntas dos internautas interessados na opinião dos especialistas sobre o impacto da crise econômica nas distintas regiões, as perspectivas de crescimento de produtos de seguros na América Latina, as tendências que marcarão a evolução do mercado e suas recomendações para que autoridades governamentais e entidades seguradoras incentivem o aumento da cultura financeira nos respectivos países, entre outras questões.